/Palmeiras poupa titulares e só empata com o Mirassol – UOL

Palmeiras poupa titulares e só empata com o Mirassol – UOL

O Palmeiras empatou com o Mirassol por 1 a 1 na tarde hoje, no estádio José Maria de Campos Maia, em Mirassol, pela décima rodada do Campeonato Paulista. Os gols foram marcados por Gustavo Gómez, cobrando pênalti pelo Palmeiras, e Carlão, pela equipe do interior.

Com o resultado, o Palmeiras perdeu a oportunidade de garantir a classificação já nesta rodada, mas foi a 19 pontos e segue na liderança tranquila do grupo B do estadual. O Guarani, que já jogou na rodada, é o segundo com 14 pontos, enquanto o Novorizontino, que recebe o São Caetano na segunda-feira, é o terceiro colocado com 13.

A equipe de Luiz Felipe Scolari volta a campo nesta terça-feira, às 19h15, quando recebe o Melgar (PER), no Allianz Parque, pela segunda rodada da Copa Libertadores da América.

Poupando titulares, Palmeiras leva cinco da base para o banco 

Focado na partida da Copa Libertadores da América marcada para esta terça-feira, o técnico Felipão escalou um time muito modificado em relação ao que venceu o Junior Barranquilla para o duelo contra o Mirassol (apenas Borja e Gustavo Gómez atuaram nas duas partidas). O treinador poupou boa parte dos titulares na Libertadores até do banco de reservas. Nomes como Weverton, Felipe Melo, Bruno Henrique, Ricardo Goulart, Gustavo Scarpa e Dudu nem foram para o confronto. O treinador levou apenas nove atletas para ficarem entre os suplentes, dos quais cinco são formados no clube: Matheus Teixeira, Vitão, Esteves, Luan Cândido e Léo Passos. Nenhum deles, porém, entrou no jogo.

Jogo começa aberto, mas Borja perde boa chance

A partida começou em alta velocidade, mas sem grandes chances. O Mirassol não se furtou de ir pra cima e deixou espaços para o Palmeiras. Zé Rafael, de calcanhar, encontrou Lucas Lima na ultrapassagem, o meia cruzou fechado demais e viu a bola assustar e tocar no travessão. Minutos depois saiu a primeira grande chance: o próprio Lucas Lima achou Borja livre em profundidade dentro da área, mas a finalização do colombiano parou no goleiro Matheus. A equipe do interior respondeu com Alex Ruan, que passou por Felipe Pires e bateu forte na rede pelo lado de fora.

Segundo tempo: Palmeiras abre o placar de pênalti, mas Mirassol empata em seguida 

Logo no início da segunda etapa, Lucas Lima voltou a achar belo passe para Borja e o colombiano foi derrubado pelo goleiro Matheus dentro da área. Pênalti cobrado e convertido pelo zagueiro Gustavo Gómez no meio do gol para abrir o marcador. A vantagem, no entanto, não durou. Cinco minutos depois, o Mirassol saiu em contra-ataque com Maílton, o meia deixou com Rodolfo na direita e ele cruzou rasteiro na medida para Carlão empatar o jogo.

Palmeiras não consegue aproveitar superioridade numérica

Com um jogador a mais em campo desde os 8 minutos do segundo tempo, o time de Luiz Felipe Scolari não conseguiu transformar a superioridade numérica em chances de gol. A equipe teve o domínio da partida desde o momento em que o Mirassol empatou o jogo, mas rondou a área da equipe do interior sem conseguiu achar uma forma de passar pelo bloqueio. A melhor chance saiu já nos acréscimos, quando Moisés encontrou Carlos Eduardo dentro da área, ele bateu cruzado, mas a bola foi para fora.

Mauro Beting: Palmeiras segue devendo desempenho

UOL Esporte

O melhor: Lucas Lima

César Greco/Ag. Palmeiras

Imagem: César Greco/Ag. Palmeiras

O meia foi quem mais participou da armação de jogadas do Palmeiras. Veio buscar a bola no pé dos zagueiros, apareceu pelos dois lados do campo, acertou o travessão em um cruzamento, achou bom passe para Borja perder grande chance e levou muito perigo em uma falta de longe ainda no primeiro tempo. No início da segunda etapa achou novamente o colombiano livre dentro da área no lance em que saiu o pênalti para o Verdão.

O pior: Felipe Pires

César Greco/Ag. Palmeiras

Imagem: César Greco/Ag. Palmeiras

O atacante esteve apagado durante todo o jogo e não conseguiu fazer o time jogar pelo lado direito. Errou domínios de bola, nada criou quando teve ela nos pés e ainda foi driblado na melhor chance do Mirassol no primeiro tempo e não conseguiu aproveitar a chance como titular. Acabou substituído por Jean no segundo tempo.

FICHA TÉCNICA
Mirassol 1 x 1 Palmeiras

Data: 9 de março de 2019 (sábado)
Horário: 16h30
Local: estádio José Maria de Campos Maia, em Mirassol
Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias Araújo
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho e Bruno Salgado Rizo

Gols: Gustavo Gómez (de pênalti), para o Palmeiras aos 5 minutos do segundo tempo; Carlão, para o Mirassol aos 9 minutos do segundo tempo.

Amarelos: Zé Roberto e Léo Baiano, do Mirassol; Diogo Barbosa, do Palmeiras.

Vermelho: Zé Roberto, do Mirassol.

PALMEIRAS: Fernando Prass; Mayke, Gustavo Gómez, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Thiago Santos (Raphael Veiga), Moisés e Lucas Lima; Zé Rafael (Carlos Eduardo), Felipe Pires (Jean) e Borja. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

MIRASSOL: Matheus Aurélio; Daniel Borges, Riccieli, Leandro Amaro e Alex Ruan; Léo Baiano, Simião (Yuri), Maílton e Rodolfo (Felipe Augusto); Zé Roberto e Carlão (Sandoval). Técnico: Moisés Egert.