/Douglas, vítima do massacre em Suzano, foi morto tentando salvar namorada

Douglas, vítima do massacre em Suzano, foi morto tentando salvar namorada

Adna Bezerra, namorada de Douglas, sobreviveu e está internada na UTI.

Por
Amanda Oliveira

access_time

14 mar 2019, 15h08 – Publicado em 14 mar 2019, 15h00

Douglas Murilo Celestino, de 16 anos, foi um dos alunos mortos no massacre na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, na última quarta-feira, 13. O que muita gente não sabe é que, na verdade, o estudante tinha conseguido sair do colégio vivo, mas voltou para buscar a namorada e acabou sendo morto.

 (Arquivo Pessoal/Reprodução)

Adna Bezerra, namorada de Douglas, também tinha 16 anos e sobreviveu ao massacre. Ela está internada na UTI do Hospital das Clínicas, em São Paulo. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, o estado de saúde da jovem é estável. Douglas chegou a ser socorrido e levado ao Hospital Luzia de Pinho Melo, em Mogi das Cruzes, mas não resistiu aos ferimentos.

No velório do estudante, no Parque Maria Helena, em Suzano, os familiares contaram que ele havia conseguido sair do colégio, mas percebeu que a namorada havia ficado para trás e voltou para oferecer ajuda a ela.

Esperamos que a memória de Douglas, alguém tão jovem, seja honrada diante desse ato tão bonito. Força aos amigos e familiares!