/Primeiro anfitrião a perder pontos para Venezuela, Brasil escreve marcas indigestas com empate

Primeiro anfitrião a perder pontos para Venezuela, Brasil escreve marcas indigestas com empate

Ainda na fase de grupos da Copa América, a Seleção teve o primeiro tropeço. O empate em 0 a 0 contra a Venezuela, na Fonte Nova, aumentou a pressão no grupo de Tite. O resultado é ainda mais significativo se o retrospecto entre as seleções for levado em conta: dos 11 jogos disputados no Brasil, apenas dois não terminaram em vitória dos donos da casa.

Com muita dificuldade para definir as jogadas e dois gols anulados pelo VAR – com opiniões distintas na Central do Apito -, a Seleção escreveu mais um dado, no mínimo, incômodo: dos 25 duelos contra a Venezuela na história, apenas em quatro não conseguiu balançar as redes.

Para completar o pacote indigesto, o Brasil terminou a noite como a primeira seleção anfitriã a perder pontos diante da Venezuela na história da Copa América. Antes do jogo desta terça, os venezuelanos saíram derrotados nas outras sete oportunidades: Peru (2004), Colômbia (2001), Bolívia (1997), Uruguai (1995), Chile (1991), Brasil (1989) e Uruguai (1967).

Firmino lamenta uma das muitas finalizações sem direção do Brasil diante da Venezuela — Foto: REUTERS/Rodolfo BuhrerFirmino lamenta uma das muitas finalizações sem direção do Brasil diante da Venezuela — Foto: REUTERS/Rodolfo Buhrer

Firmino lamenta uma das muitas finalizações sem direção do Brasil diante da Venezuela — Foto: REUTERS/Rodolfo Buhrer

O empate tirou a tranquilidade do Brasil no Grupo A na Copa América. No sábado, contra o Peru, na Arena Corinthians, a equipe entra em campo precisando vencer para não fazer contas para avançar. Além disso, busca uma atuação convincente para espantar as vaias da torcida, presentes em São Paulo, no jogo de estreia, e novamente em Salvador.

– As vaias são normais. É continuar com a cabeça firme. Sentimento de derrota. Não deu para sair com a vitória. A equipe da Venezuela fica com todos os jogadores atrás da linha da bola. Foi difícil encontrar infiltração para sair na cara do gol – analisou Richarlison.

VEJA TODOS OS CONFRONTOS NO BRASIL:

  • 1970 – Eliminatórias Copa do Mundo 1970 (Rio de Janeiro)
    Brasil 6 x 0 Venezuela
  • 1975 – Copa América (Belo Horizonte)
    Brasil 6 x 0 Venezuela
  • 1981 – Eliminatórias Copa do Mundo 1982 (Goiânia)
    Brasil 5 x 0 Venezuela
  • 1989 – Copa América (Salvador)
    Brasil 3 x 1 Venezuela
  • 1989 – Eliminatórias Copa do Mundo 1990 (São Paulo)
    Brasil 6 x 0 Venezuela
  • 1993 – Eliminatórias Copa do Mundo 1994 (Belo Horizonte)
    Brasil 4 x 0 Venezuela
  • 2001 – Eliminatórias Copa do Mundo 2002 (São Luís)
    Brasil 3 x 0 Venezuela
  • 2005 – Eliminatórias Copa do Mundo 2006 (Belém)
    Brasil 3 X 0 Venezuela
  • 2009 – Eliminatórias Copa do Mundo 2010 (Campo Grande)
    Brasil 0 x 0 Venezuela
  • 2015 – Eliminatórias Copa do Mundo 2018 (Fortaleza)
    Brasil 3 x 1 Venezuela
  • 2019 – Copa América (Salvador)
    Brasil 0 x 0 Venezuela